[ Luiz Alberto Moniz Bandeira ]

É formado em Direito, doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo e professor titular de história da política exterior do Brasil, no Departamento de História da Universidade de Brasília (UnB) (aposentado). Tem o título de Doutor Honoris Causa outorgado pelas Faculdades Integradas do Brasil – UniBrasil, do Paraná, bem como pela Universidade Federal da Bahia. E, em 2006, a União Brasileira de Escritores (UBE) elegeu-o, por aclamação, Intelectual do Ano de 2005, conferindo-lhe o Troféu Juca Pato, por sua obra Formação do Império Americano (Da guerra contra a Espanha à guerra no Iraque).

Sua vida foi profundamente marcada pelo golpe militar, que derrubou o governo constitucional do presidente João Goulart, em 1964. Perseguido, devido à sua participação na resistência, teve de exilar-se no Uruguai (1964-1965), de onde regressou ao Brasil e viveu clandestinamente, em S. Paulo, até meados de 1967. Depois, esteve preso cerca dois anos (de nov. de 1969 – out.1970 e 1973), por ordem do Centro de Informações da Armada (CENIMAR).

Luiz Alberto Moniz Bandeira é autor de mais de 20 obras, entre as quais Presença dos Estados Unidos no Brasil (Dois Séculos de História), e O Governo João Goulart – As lutas sociais no Brasil (1961-1964), que foram best-seller;O Feudo – A Casa da Torre de Garcia d’Ávila (Da conquista dos sertões à independência do Brasil); De Martí a Fidel (A revolução cubana e a América Latina); Fórmula para o caos – A derrubada de Salvador Allende (1970-1973); e A Reunificação da Alemanha – do Ideal socialista ao “socialismo real”, cuja 3ª edição foi lançada pela Editora UNESP.

Algumas de suas obras foram traduzidas e publicadas na Rússia, Alemanha, Argentina, Chile, Portugal e Cuba. E Formação do Império Americano, traduzida para o mandarim, será lançada na China, possivelmente ainda em 2010.

Luiz Alberto Moniz Bandeira foi professor visitante nas Universidades de Heidelberg, Colônia, Estocolmo, Buenos Aires, Nacional de Córdoba (Argentina) e Técnica de Lisboa, entre outras, e também conferencista em diversas universidades, no Brasil e em vários países, na América do Sul, Europa e Estados Unidos. É Grande Oficial da Ordem de Rio Branco (Brasil); comendador da Ordem do Mérito Cultural (Brasil); comendador da Ordem de Mayo (Argentina) e condecorado com a Cruz da República Federal da Alemanha, 1ª Classe (Das Verdienstkreuz – 1 Klasse – Das Verdienstorden der Budesrepublik Deutschland). E, há mais de quatorze anos reside na Alemanha, onde foi encarregado do setor cultural no Consulado-Geral do Brasil, em Frankfurt/Main (1996-2002), e atualmente exerce a função de cônsul-honorário em Heidelberg, com jurisdição sobre o distrito governamental de Karlsruhe, norte de Baden-Württemberg.