[ Escritor premiado, associado da UBE, lança vigésimo primeiro livro ]

13.06.2017

O professor Silas Corrêa Leite, jornalista comunitário, conselheiro diplomado em direitos humanos, ciberpoeta e blogueiro premiado, aos 63 anos lança seu vigésimo primeiro livro, entre romances, livros de contos, de poemas, de ensaios, ebooks, edições por demanda e outros. Desta feita, pela Clube de Autores Editores, lança PENSATAS, Ensaios Literários, contendo um compêndio de seus melhores trabalhos em prosa e verso, mais resenhas literárias, ensaios, críticas, artigos, opiniões, humor, etc. Silas Corrêa Leite é de Itararé-SP, autor do Hino ao Itarareense, várias vezes premiado no Mapa Cultural Paulista representando sua cidade histórica que adora tanto. De origem humilde, era aluno “da caixa” do G.E.T.T. Grupo Escolar Tomé Teixeira, de Itararé, tendo sido boia-fria, engraxate, garçom, depois se formando, estando hoje em mais de 100 antologias literárias de renome, inclusive no exterior, e mesmo na FBN-Fundação Biblioteca Nacional. Publica em mais de 800 sites, até na América espanhola, Europa, África e Ásia. Seu estatuto de poeta foi vertido para o espanhol, inglês, francês e russo. Elogiado entre outros por Sólon Borges dos Reis, Ignácio de Loyola Brandão, e ainda por Moacyr Scliar, Ledo Ivo e Carlos Nejar, da ABL-Academia Brasileira de Letras. O Poeta e Professor Silas foi entrevistado pela Márcia Peltier (Momento Cultural/Jornal da Noite/Rede Bandeirantes), no Metrópolis e no Provocações (Antônio Abujamra) da TV Cultura de SP. Aposentado da Prefeitura de SP, filiado da UBE, mora na Vila Sonia e trabalha na sala de leitura da EE Thomazia Montoro. Ganhador entre outros do Prêmio Lygia Fagundes Telles Para Professor Escritor (Gestão Chalita), vencedor do Primeiro Salão Nacional de Causos de Pescadores, promovido pela USP-Universidade de São Paulo, Jornal Estadão, Rádio Eldorado e grupo Parceiros do Tietê, Prêmio Biblioteca Mário de Andrade (Gestão Marilena Chauí, Secretaria Municipal de Cultura), Prêmio Literal (Fundação Petrobrás/Curadoria Heloisa Buarque de Holanda), Prêmio Instituto Piaget, Portugal, também foi destaque na chamada grande imprensa, como Estadão, Diário Popular, Revista Época e mesmo na rede televisiva, quando criou o primeiro livro interativo da internet, o Rinoceronte de Clarice, que virou tese de mestrado e de doutorado na UFAL. Silas participa de congressos, palestras, saraus, encontros literoculturais em escolas, universidades, etc, colaborando com revistas, jornais, fanzines, suplementos culturais. Como professor é especialista em educação (Mackenzie), Bolsista em Culturas Juvenis pela FAPESP-USP, e livre pensador humanista que defende a arte como libertação.

Contatos: poesilas@terra.com.br