Nota de Repúdio ao Prêmio Jabuti

NOTA 1

No momento em que o Brasil é um dos recordistas de infectados e de mortes e uma franca referência negativa no mundo, o Sr. Pedro de Almeida, editor e curador do Prêmio Jabuti, engrossa o caldo dos negacionistas com declarações inconsequentes que comprometem o combate à pandemia que assola o planeta e aprofundam a sua gravidade. A União Brasileira dos Escritores (UBE), por meio de sua diretoria, repudia essas declarações, solidariza-se com amigos e familiares de mortos e doentes, em especial de escritores falecidos, e reafirma seu compromisso com a Ciência e com as normas internacionais de combate ao coronavírus. Esperamos que a CBL cumpra seu compromisso com a sociedade e se manifeste.

NOTA 2

A União Brasileira de Escritores (UBE), em consonância com os milhares de escritores brasileiros que viram com perplexidade a manifestação do editor e curador do Prêmio Jabuti, Sr. Pedro Almeida, vem a público pedir seu afastamento da curadoria de um dos prêmios mais importantes da literatura brasileira. A nota do pedido de desculpas de Almeida não chega a configurar uma retratação, resvalando mesmo em autopromoção. O Brasil vive um de seus momentos mais dramáticos, de crise sanitária, política, social e econômica, e não pode tolerar que negacionistas comprometam a já muito frágil estabilidade do País. A UBE, por meio de sua diretoria, reitera sua total solidariedade aos amigos e familiares dos milhares de brasileiras e brasileiros mortos e doentes e, como entidade histórica representativa, reafirma seu compromisso com a cultura, a ciência e a democracia.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home