Nota Regina Duarte

A União Brasileira de Escritores (UBE), por meio de sua diretoria, vem a público apoiar incondicionalmente a democracia brasileira, conquistada com sofrimento e após muitas lutas, e sua expressão máxima, a Constituição de 1988. Entendemos que o momento é de extrema gravidade e que nunca, depois da redemocratização, o Estado Democrático de Direito esteve sob tamanho risco.

Diante das palavras proferidas pela secretária de Cultura e do governo do qual faz parte, expressamos o nosso repúdio à minimização da tortura; ao desrespeito àqueles que caíram mortos na pandemia que assola o mundo, vitimando mais de 10 mil pessoas no Brasil até o momento; ao cotidiano ataque às instituições democráticas, à imprensa livre, à arte, à ciência e aos grupos minoritários. Prestamos a nossa solidariedade aos amigos e familiares dessas vítimas e, como entidade representativa da arte, lembramos os artistas que nos deixaram sem que uma palavra fosse dita pela secretária ou pelo poder público. Um país que não valoriza a sua cultura é um país doente e condenado; um governo que desmerece a arte, a ciência e a liberdade faz sombra à democracia.

São Paulo, 10 de maio de 2020.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home