Dois Centenários



Dom Paulo Evaristo Arns e Paulo Freire
Crédito da foto: Douglas Mansur

Entrega do Troféu Juca Pato a Dom Paulo Evaristo Arns, em 1989. 
Da esquerda para a direita: 
Monsenhor Sérgio Conrado, Antonio Carlos Fester, Dom Paulo Evaristo Arns, Claudio Willer (presidente da UBE à época), 
Francisco Whitaker Ferreira e Aurora Vieira Ribeiro Fester.
Crédito da foto: Douglas Mansur


A União Brasileira de Escritores – UBE vem juntar-se às comemorações pelos centenários de Dom Paulo Evaristo Arns e Paulo Freire, que, com suas presenças, trazem um sopro de vida ao ar poluído do Brasil, no momento.

Paulo Freire tem como palavra de ordem o verbo que ele mesmo inventou, “Esperançar”.
E Dom Paulo, “Coragem”.

Os dois amigos resgatam a amorosidade de que estamos tão necessitados para fazer frente ao descalabro que está aí, como se vê na surpreendente união de diversos segmentos da sociedade brasileira em torno de seus nomes.

Dom Paulo, membro desta entidade e vencedor do Prêmio Juca Pato, no ano de 1989, e Paulo Freire, autor de Pedagogia do Oprimido, única obra brasileira entre as mais consultadas nas principais universidades do mundo: além de cidadãos, escritores exemplares.

Dom Paulo, presente! Paulo Freire, presente!

UBE, aos 14 e 19 de setembro de 2021.
Ricardo Ramos Filho, Presidente
Rogério Duarte, Secretário-Geral.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home